21 de setembro de 2012

7

O nosso mais velho faz hoje sete anos. Por esta altura, em 2005, estava eu e o meu marido embevecidos a olhar para este maravilhoso ser, com pouco mais de uma hora de vida, com 50cm e 3.395kg, vestido com um fatinho azul, oferecido pela avó São, e um casaquinho de malha minúsculo azul, feito pelas mãos da avó Celeste. Tínhamos chegado aos Açores há cerca de 7 meses e meio. Hoje, calça o 33, tem um dente a abanar e diz que nasceu para ser guarda-redes. É o cabecilha dos 3 irmãos, quem dá as coordenadas. É também o seu maior defensor: “Não ralhas com a minha maninha!” Tem um sentido de humor genial desde pequenino e não o tem perdido com a idade. Decorou a letra da música do Carteiro (cantada pelo irmão João do acampamento – ver aqui), depois de a ter ouvido apenas duas vezes. É fã do irmão João. Meigo, muito meigo. Emociona-se (coisa linda num homem). Cómico por demais. Faz amizades com a maior das facilidades. Mete-se com as pessoas, é um simpático. Já viu os filmes do Alvin 500 vezes, mas chora sempre a rir com os diálogos, como se os estivesse a ver pela 1ª vez. Bem-disposto. É sensível à Palavra de Deus, aos louvores. Convidou o seu melhor amigo da turma para ir à igreja e este está a ir sempre aos cultos, mesmo sem os pais. Este ano, quer um bolo do Ratatui e uns ténis com rodas. E vai ter. É o nosso mais velho. Crescendo no Senhor. Tem um dia muito feliz, filho amado.

7 comentários:

Especialmente Gaspas disse...

Felicidades!

Dulce disse...

Parabéns ao Miguel!

Patrícia disse...

Muitos parabéns jeitoso!
Beijinhos dos tios e das primas.

Ana Rute Oliveira Cavaco disse...

Parabéns, doce Miguel!

Filipa Lopes disse...

Parabéns, querido Miguel:)

Nani disse...

Parabéns! :)

Avozinha disse...

Que bom, o Miguel! Parabéns!