19 de fevereiro de 2015

40

Nasceu silencioso, num hospital de freiras. Estas, vendo que o bebé não reagia, deram-lhe umas valentes palmadas para o pôr a chorar. Desde aí, conta ele com muita graça, tornou-se protestante. Foi há 40 anos que nasceu o meu amor. Nos últimos 12 anos, tenho tido a alegria de poder caminhar ao seu lado. Não esperava tanto da parte de Deus, quando lhe pedia um marido. Mas a medida da bênção de Deus é assim mesmo: extravagante. Ele é uma inspiração para mim. Muitas vezes, dou por mim a olhar para ele espantada (sim, ele continua a surpreender-me) com as coisas que diz, as coisas que faz, e reconheço claramente a obra de Deus na sua vida. Ele continua a crescer. E há aspetos que me comovem profundamente, como a sua humildade, simplicidade e honestidade. Também a sua serenidade perante as ondulações da vida. É capaz de contar uma história sem acrescentar um único ponto. Se falhar no relato, é por defeito, não por excesso. Isto, para mim, é absolutamente fascinante (pois sou a mulher do suspense e dos efeitos especiais). Esta sua faceta tem um nome: integridade. Por vezes, como humanos que somos, damos por nós a pensar que somos melhores do que alguém. Nunca senti isso em relação a ele. É impossível. É dono de um coração imenso e de uma profunda sabedoria. Um pai dedicado e amoroso. Um marido muito amigo. Se há pessoa neste mundo que se alegre com o dia 19 de fevereiro é esta que escreve estas linhas. Cada ano que Deus lhe concede é ouro para mim. Parabéns, querido! Que Deus te conceda muitos mais anos desta vida tão bonita que tens dedicado à glória do Pai. E o melhor está por vir.

7 comentários:

Dulce disse...

Parabéns ao Rui. Também lhe admiro muito a simplicidade e autenticidade. É muito fácil gostar do Rui. De ti também, Adriana.

Ana Rute Cavaco disse...

Muitos muitos parabéns, Rui. Gostamos muito de todos vocês.

Anónimo disse...

A minha mulher é muito querida. É assim como escreve, meiga e amiga. Mas na verdade eu é que sou abençoado de poder partilhar a vida com ela. Amo-te muito querida.
Rui Sabino

Avozinha disse...

Também nós, membros da vossa igreja, estamos a gostar de conhecer as qualidades que mencionas. Quando o Senhor nos convenceu que ele era o pastor indicado por Ele para a nossa igreja, confiámos e ficámos na expectativa do que Ele faria convosco entre nós. Muita gratidão.

Adriana disse...

muito obrigada :)

Jónatas Lopes disse...

Não é em vão que tenho escrito e já o disse publicamente que quero que seja ele um dia a fazer o meu funeral!

Adriana disse...

: ) Se o Rui fizer o teu funeral é bom sinal para ele, pois ainda é uns anos mais velho do que tu, amigo. :))