30 de janeiro de 2014

Podes entrar...

“- Mamã, conta-me uma história!” – pede-me a minha filha, já deitada na cama.
“- Queres sobre quê? Sobre grávidas?” (este é um dos seus temas prediletos)
“- Sim!”
Aproveitando o interesse dela, contei-lhe a história de Isabel e Zacarias, casal sem filhos, já avançado em anos, a quem Deus ouviu as orações, dando-lhes um filho - João Baptista.
“- E João veio a ser um servo de Deus tremendo! Sabes, foi ele quem baptizou Jesus!”
"- Porque é que Jesus se baptizou?” – pergunta-me ela, com aquele olhar vivo e inteligente, de quem gosta de aprofundar o porquê das coisas.
“- Para nos dar o exemplo.” - respondo.
“- Que exemplo?” – insiste ela.
“- O exemplo de que quem decide deixar Jesus entrar e habitar no seu coração, abandonando o pecado, deve assumir essa decisão perante todos, sendo baptizado nas águas.”
Ficou pensativa.
Decido então, continuar a explicação: “- Sabes, Jesus deseja muito habitar nos corações vazios e tristes, cheios de pecado. Quando lhe abrem a porta desses corações, ele entra, fecha a porta, e fica lá a morar. O coração fica limpinho e nós tornamo-nos pessoas diferentes, mais bonitas, que amam a Deus. Passamos também a querer afastarmo-nos das coisas más. E temos uma felicidade muito, muito grande dentro de nós!”
Com uma expressão diferente, preocupada talvez, de quem entendeu o sentido do que lhe acabava de ser explicado, diz-me assim: “- Eu nunca fiz essa oração para abrir a porta a Jesus…”.
“- Não?”- pergunto-lhe eu, enquanto começo a sentir o coração a acelerar e a emoção a tomar conta de mim…  “-Queres fazê-la agora?”
“-Ele está aqui à porta do meu coração?” – pergunta-me ela.
“-Está sim…”
Ela inclina a cabecinha, olhando em direção ao seu peito, e sussurra com carinho: “- Jesus, podes entrar…”
Delicioso este momento! Aqui, não retive as lágrimas.
Fizemos uma oração e ela dormiu profundamente, enquanto eu gravava mais esta doce memória no meu coração de mãe.
Que Jesus possa ser sempre o Senhor da tua vida, filha. E que o teu coração possa ser conhecido como um coração cheio e transbordante do amor de Jesus.

8 comentários:

Patrícia disse...

Provavelmente a conversão mais linda que já ouvi.

Dulce disse...

Olha, faço minhas as palavras da tua mana. E acrescento que Jesus já vivia no coração da Mariana.
Vocês (a vossa família) é uma das minhas referências. Gosto muito de vcs. Vocês são missionários, todos, e isso inclui o Miguel e a Mariana. Provavelmente o Tomás tb, mas é ainda pequenino e sei menos coisas dele.

Jónatas Lopes disse...

Muito bom reconhecer aquilo que o Espírito Santo fez na vida dela.
Louvo a Deus por isso :)

Vilma Correia disse...

Fiquei em pele de galinha, pois fizeste-me recordar o momento em que a minha filha, na altura com 4 anos também me perguntou se podia pedir a JEsus para entrar no coração dela. é algo maravilhoso, pois as crianças são tão genuínas! Loucura achar que são demasiado pequenas para crer e aceitar Jesus! Ainda hoje posso testemunhar como isso faz toda a diferença na vida da minha filha! Deus é maravilhoso! Beijinhos!

Avozinha disse...

Amen, amen e amen!

Filipa disse...

Querida Mariana!
A minha pulsação também aumentou à medida que ia lendo.

Raquel Henriques disse...

=)

Sara Freitas disse...

Tão linda! Obrigada pela partilha deste momento tão especial!