27 de março de 2014

Dawow

Por estes dias, no meu trabalho, tive de telefonar para a Divisão de Obras e Urbanismo de uma Câmara Municipal que fica numa  das zonas mais complicadas, a nível de sotaque, da ilha de São Miguel. Responderam-me que tinha de fazer o meu pedido por e-mail. Até aqui tudo bem. O problema foi quando pedi para me dizerem o e-mail. Ora bem, o e-mail começa por “dou@...” (que são as iniciais de Divisão de Obras e Urbanismo), mas até eu perceber o “dou” foi uma verdadeira tourada. Dizia-me a senhora qualquer coisa como: “Dawow”. “Desculpe?” E ela repetia “Dawow”. “Pode soletrar, por favor?” (o que eu fui dizer…) “Ok. “Daw / “Aou” /”iuu”. Bem, a dada altura, a senhora começou a rir (certamente pensando "estas queques de Lisboa não percebem nada disto!") e eu própria comecei a rir e foi uma risada pegada. E ela lá se esmerava: “Daw de daduu” ("Ok, D de dado" – lá ía eu tentando pescar alguma coisa), “iuu de iuuva" (U de Uva…). Bem, já me caíam lágrimas de tanto rir! Que belo momento. Viva a boa disposição!

4 comentários:

Patrícia disse...

Era só dizer que eram as iniciais de Divisão de Obras e Urbanismo!!! lolololol

Filipa disse...

O que eu me ri agora :)

Jónatas Lopes disse...

Ainda tiveste um estágio de 8 anos :)

Adriana disse...

É verdade, se bem que o sotaque do Faial não tem nada a ver com o sotaque único de São Miguel.