28 de maio de 2014

Mariana, 6 anos

Quando penso nela, recordo-me sempre dos 9 meses que viveu dentro de mim, durante os quais partilhámos perto de duas dezenas de viagens de avião (e uma delas, em dezembro, tão horripilante!…). Batemos sete das nove ilhas dos açores, a trabalhar muito, e ela sempre serena. Diziam-me, por graça, que ela ía ser hospedeira quando crescesse. Faz hoje seis anos que nasceu a Mariana, no tempo previsto, serenamente, à hora em que o pai deveria estar a dirigir uma reunião de oração (os meus filhos fizeram todos pontaria aos dias e horas em que o pai tinha compromissos na igreja, valeu-nos sempre o querido irmão João Carlos, que já ía ficando de pré-aviso). Faz hoje seis anos que a olhei nos olhos pela primeira vez, aqueles olhos imensos, com um desenho único e uma intensidade no olhar que me comoveu até à alma. Muito observadora, nada escapa àquele olhar. Beleza, inteligência, perspicácia e sensibilidade, são a sua definição perfeita. Musicalidade, criatividade e gosto pelo desenho, são dons que se vêm revelando com o crescimento. Aprecio muito a sua curiosidade (faz tantas perguntas!). Aprecio e consolo-me com a sua espiritualidade. É uma menina de Jesus. E aprecio muito uma característica deliciosa que guarda desde pequenina: a capacidade de rir-se de si própria. É muito nossa amiga. Muito amiga dos irmãos. Neste último ano, a sua vida mudou profundamente com a mudança dos açores para o continente, mas teve a maturidade de compreender e aceitar os motivos que levaram a esta mudança e refez o seu leque de amizades e até de “familiares” (no continente, já arranjou “tias”, uma “prima” e até uma “avó”). Agradeço muito a Deus pela nossa Mariana e peço ao Senhor que ela possa crescer sempre no Seu temor, com um coração cheio do amor de Jesus e que o seu olhar lindo possa estar sempre bem focado no Reino de Deus. Parabéns, princesa!

9 comentários:

Ana Rute Oliveira Cavaco disse...

Parabéns, Mariana, Deus te use e abençoe!

Avozinha disse...

Não me esqueço do dia em que me perguntou serenamente: "Posso ser tua neta?"
Ver a nossa menina na igreja é sempre um raio-de-sol!
Deus muito a abençoe!

Filipa disse...

Parabéns mais uma vez, Mariana :)
Gostamos muito de ti!

Rui disse...

É a minha menina.

Adriana disse...

Muito obrigada, queridas.

Patrícia disse...

A minha querida sobrinha...
Parabéns da tia que te ama.

Dulce disse...

Gosto tanto dela! Importas-te de lho dizer? Pergunta-lhe se posso ser madrinha dela... A gente escrevia, ela mandava desenhos, eu dava-lhe maquilhagem.... Pergunta se chegamos a acordo... Beijinhos. E parabéns. Já agora, amo-te, Adriana!

Adriana disse...

Obrigada, Dulce :) És querida.

Regina Andrade disse...

Parabéns Mariana!!!