12 de março de 2007

À vontadinha

Quando vamos à igreja, mal ponho os olhos em cima do meu filho. Durante a escola dominical, estou na classe de adolescentes e ele vai para a classe das crianças. No culto, enquanto cantamos, eu estou no piano e ele anda de colo em colo. Às vezes, entre os cânticos, ouço-o dizer “mamã” ou “papá” e aponta para nós, todo contente. É quando começa a pregação, que, finalmente, lhe consigo pegar ao colo, mas, nessa altura, já costuma estar a dormir. Ontem, adormeceu ao colo de uma senhora, na casa dos sessenta anos. Ele estava tão consoladinho a dormir que nem eu nem ela tivemos coragem de o passar do colo dela para o meu. Sentei-me ao lado daquela irmã e, de vez em quando, olhava para o meu filho, que dormia profundamente. A certa altura, quando dei conta, a irmã estava a sorrir, meio constrangida. Olho para o meu filho e vejo que tinha a mãozinha a deslizar pelo decote da senhora. Só visto…

4 comentários:

Daniela Mann disse...

AH AH AH AH AH
Tadinho!!!!

nela disse...

O primo adorava decotes. Lembras-te? É mesmo assim, faz parte.

Adriana disse...

Lembro :)

alealb disse...

tadinho....
nem faz ideia....
:)
beijos,
alê