5 de março de 2007

Haja gente séria!

Para comemorar o aniversário do nosso casamento, fomos jantar fora. O critério de escolha do restaurante não foi a qualidade da comida, o ambiente romântico, nem a vista para o mar (se bem que por aqui não é muito difícil encontrar restaurantes com vista para o mar), mas sim o ter ou não ter cadeirinha para o nosso filho. Como não temos cá os avós para dar uma mãozinha, ele tem a sorte de poder estar em todos os acontecimentos. No final do jantar, a empregada de mesa deu-nos a constrangedora informação: “Não temos miultibanque!”

“Qual é o Multibanco mais perto daqui?” - perguntei embaraçada.

“Na Horta!” (tradução: a 4 Km de distância) (tradução 2: aquela freguesia inteira não tem Multibanco!)

“Olhe, nós vamos ter de ir levantar dinheiro…” – disse o meu marido.

“Sim, sim. Tudo bem.”

Quando saímos do restaurante comentei com o meu marido: “Reparaste que a rapariga não nos perguntou o nosso nome, morada ou telefone. Simplesmente disse: ‘Sim, sim. Tudo bem!”

Quando lá voltámos para pagar, a rapariga disse-nos com toda a serenidade que acontece muitas vezes as pessoas não saberem que o restaurante não tem Multibanco, mas que voltam sempre para pagar. Às vezes, voltam um ou dois dias depois, mas que nunca ninguém ficou a dever.

5 comentários:

alealb disse...

gente honesta!!!
beijos,
alê

Daniela Mann disse...

Fantástico! Cada vez gosto mais dos Açorianos.

Jónatas Lopes disse...

É o taxista, é nos restaurantes.
Lolol.

vera disse...

Se fosse no continente ficavam a lavar a loica :P loool bj gande

tania disse...

o jonatas tem razao... o taxi no restaurante ...qualquer dia ja sao conhecidos por pagar a segunda vez....loooooool
so mesmo ai