15 de maio de 2007

A minha mana grande

Nasceu no dia do feriado da nossa cidade, há 34 anos. O nosso pai estava no Ultramar e só a veio a conhecer já com onze meses. Com um ano e meio já falava pelos cotovelos, até hoje. É alegre, desinibida e inteligente. Quando eu nasci disse que me ía dar aos ciganos, mas acabou por ser a minha maior protectora. Vestimo-nos de igual até ela entrar para o ciclo preparatório, data em que decretou oficialmente a independência. Ensinou-me a decorar os dias da semana através dos desenhos animados: "Candy Candy?" R:"2ªfeira", etc. Recordo com saudades as nossas brincadeiras e gargalhadas sem fim. Fazes-me falta aqui. Se cá estivesses já me tinhas organizado a casa toda por filinhas:) Hoje, deixo-te aqui esta recordação do dia em que ganhámos os nossos primeiros biquinis com parte de cima (iguais, mas o teu era azul e o meu vermelho, lembraste?) e também um enorme abraço, cheio de amor. Parabéns, mana!

12 comentários:

Xuinha Foguetão disse...

Parabéns à mana.

Beijos às duas.

Daniela Mann disse...

Obrigada mana!!!
Estou tão emocionada...
Também te ensinei o nome dos ossos todos, tinhas 7 setes!!! AH AH AH AH AH AH
Muito obrigada querida, fiquei muito feliz com este post.
Beijinhos para vocês.

PS: Também sinto muito a tua falta.

vera disse...

As manas mais velhas sao sempre mt especiais :) e a minha tb foi praticamente uma mae para mim :) e custa me muito tela longe....
beijinhos e parabens :)

alealb disse...

parabéns à daniela!
beijos,
alê

gustavo disse...

E diz que é uma espécie de Parabéns

tania disse...

consegues sempre fazer me chorar e rir com o k escreves...
e tao lindo recordar a nossa infancia com os nossos irmaos.parabens daniela

Daniela Mann disse...

Obrigada a todos, do fundo do coração!
Beijinhos

Nela disse...

Um bj enorme para a minha sobrinha grande.
Tinha eu 14 anos qd ela nasceu. Levava-a, no seu carrinho de rodas orgulhosamente altas da BEBECAR, ao parque, como aqui se chama ao lindíssimo jardim das Caldas da Rainha, na altura o meu passatempo favorito.
Como eu cresci!

Raquel HHU disse...

Então, parabéns!
Tinha acabado de escrever sobre a falta que me fazia ter uma irmã e logo a seguir encontro este texto... estou roidinha! ;)

Sandrinha disse...

Minha Adri! Quando a Sarah me deu o endereço do teu blog fiquei super entusiasmada!... Ao ler o que escreves fico tão emocionada e parece mesmo que consigo ouvir a tua voz!! és tão linda...
Aproveito para deixarum grande abarço quebra-ossos para ti e beijinhos para os teus rapazainhes :) amava conhecer o mais piquinino!
Aproveito para deixar um beijinho enorme para a tua mana! SAUDADES

Adriana disse...

Minha twin...
Que surpresa boa!
Um abraço "quebra-ossos", cheio de saudades e carinho.

Daniela Mann disse...

Sandrinha!!!
Saudades!!!