20 de maio de 2007

Pensei mal

Durante meses esperei que uma determinada peça de teatro chegasse ao Faial. Quando, finalmente, chegou cá a dita peça, o meu marido estava na Terceira e não tinha com quem deixar o nosso flho. Decidi, então, arriscar e levei-o comigo. Sabia que a peça era engraçada, com músicas pelo meio e pensei que ele talvez se aguentasse sossegado durante os anunciados 60 minutos de espectáculo. Pensei mal! Depois de ter estado cerca de um quarto de hora sossegado a observar todo aquele ambiente teatral, de repente, num momento de silêncio absoluto e de escuridão total, só se ouviu a vozinha do meu filho a dizer em alto e bom som (ecoando em toda a sala): “Ma-mi-nha!”
Escusado será dizer que, para mim, a peça terminou naquele momento. Peguei nele e saí de fininho, aproveitando o escurinho e “ala que se faz tarde”.
(que vergonha)

7 comentários:

Raquel HHU disse...

ahahah
as crianças são uma alegria!

Alecrim disse...

lol

Sandrinha disse...

:) que máximo!! lol
mais um momento "para mais tarde recordar"...
bijinhos

Daniela Mann disse...

LOLOLOLLOLOLOLOLOLOL
Espectacular!!!

Xuinha Foguetão disse...

Ahahahahaha! :)

Beijos

tania disse...

looooooooooooool
podias ter exprimentado fazer lhe a vontade e voltar a sala outravez...ate podia ser k ele se porta se bem..loool

Nina disse...

Ahahahahaha...espectáculo!