15 de setembro de 2013

Graça

No domingo passsado, assisti à tomada de posse do pastorado da Igreja Evangélica Baptista da Graça, em Lisboa, pelo pastor Jónatas Lopes. Saí de lá profundamente tocada com tudo o que vi e ouvi. Um jovem pastor, acompanhado da esposa e dois filhos pequeninos, deixou a igreja que estava a servir em Tondela e toda uma vida ali estabilizada, em obediência à nova orientação que recebeu do Senhor. Deixaram e nem olharam mais para trás, convictos de que Deus agora os quer na Graça. E enquanto decorria o culto, os meus olhos fugiram-me várias vezes para a expressão emocionada do pai do pastor, que também é pastor, e que procurava reter, em vão, as lágrimas. Conheço tão bem aquelas lágrimas de pai, que mesmo compreendendo as razões que movem o filho, sofre com a separação e com a incerteza do que o espera na nova missão. É duro para quem vai. É duro para quem fica. E enquanto olhava para aquele casal, cada um com um filho ao colo, consagrando-se ao ministério na Graça, cheios de amor à obra de Deus, o meu coração foi abençoado. Que imagem tão poderosa! Não há nada neste mundo que prenda um servo do Senhor, nem mesmo uma vida estabilizada. Isto é amor ao Evangelho de Cristo. Quando vínhamos embora, descendo aquelas ruas íngremes da Graça, com o rio ao fundo, o meu marido, pensativo, partilhava comigo: "O Evangelho é loucura!" E é mesmo. Que sã loucura! Que Deus seja com esta família neste novo desafio ministerial. Quanto a mim, já comecei a ser abençoada com a vinda deles para Lisboa. Que Deus os use para Sua glória.

5 comentários:

Avozinha disse...

Não esquecemos a vossa própria 'loucura' deste ano... Engraçado como Deus está a juntar tantos pastores jovens na área de Lisboa... Que Ele vos use a todos para a Sua vontade.

Filipa Lopes disse...

Que Deus nos ajude e que a nossa bonita amizade continue a crescer firmada em Cristo.

Ana Rute Oliveira Cavaco disse...

é mesmo loucura!

Anónimo disse...

Tive a oportunidade de conversar com o pastor jonatas (conversa casual) sem saber que era pastor.
Uma pessoa muito acessivel.Caracteristica fundamental para ser pastor. Deus os ajude.

Loucura é não ouvir a voz de Deus.

erva doce

Eunice Bento disse...

Que loucura e que privilégio!